Buscar
  • Habitalar

10 dicas PRÁTICAS para ter mais dinheiro para viajar

A Habitalar garante que esses pontos vão ter relevância para o resto da sua vida.

Toda pessoa que já fez uma viagem inesquecível, passou a refletir que vale mais à pena trocar gastos em “coisas” por investimentos em experiências enriquecedoras para sua história de vida. Nós da Habitalar, já ouvimos esse relato de vários clientes. Se você também gostaria de realizar isso em sua vida, salve essas dicas:

1) Gastos com roupas

A cada vez mais somos bombardeados com informações de tendências e estilo para se vestir. Mas se deseja gastar menos com isso, o ideal é analisar novas combinações e adaptações nas roupas que já possui. Além disso, há um novo hábito de trocar roupas com seus amigos e parentes. Isso colabora para manter seu guarda-roupa atualizado.


2) Transforme os "gastos fixos" em gastos descartáveis

Reveja sua rotina, e use a imaginação para substituir gastos com produtos e serviços que você poderia viver sem. Em tempos de grande conteúdo de qualidade na internet, será que TV a cabo ainda é necessária para preencher seu tempo livre? Os lugares que frequenta, necessariamente só podem ser visitados com seu carro pessoal(no qual você tem gastos com impostos, combustível e seguro)? Nos eventos e festas que frequenta, será que ainda é necessário gastar tanto com bebidas caras? Tudo isso fará diferença após alguns meses de economia.


3) Promoções e novidades

Você abre suas redes sociais, e-mail, WhatsApp, e a cada minuto recebe tentações de descontos, promoções, combos e novos produtos que não te darão um benefício tão significante na sua vida. Se o anseio de gastar for muito grande, pense que se você não comprar, o desconto é maior (parafraseando Julius da série Everybody Hates Chris).


4) Preparar sua própria comida

Estamos ainda em quarentena nesta data de postagem, e isso pode significar que você já viu todos os filmes e séries mais recomendados nos últimos dias. Que tal agora assistir vídeos de ótimas receitas em canais de culinária? Ainda que você vá fazer comidas básicas, verá como estará gastando muito menos do que consumir sempre em restaurante diariamente. Há também o fato de você poder congelar e guardar alimentos para os demais dias da semana. Se você puder levar seu almoço para o trabalho, analise a viabilidade e coloque em prática. Vá ao mercado com uma lista pronta do que você realmente PRECISA comprar, para se livrar de incluir outras coisas desnecessárias no carrinho, e economizar tempo.


5) Final de semana

Este é um dos grandes responsáveis por torrar nosso orçamento mensal. A busca pela satisfação pessoal de nossos dias de folga, não pode nos fazer esquecer dos custos altos de bebidas, comidas, ingressos caros e custo de deslocamento de carro ou aplicativos de mobilidade. Em geral, são quatro finais de semanas a cada mês. Considerando sábado e domingo, você já deve ter ideia de como estes dias podem reduzir suas economias, não?


6) Obtenha satisfação (e dinheiro) vendendo o que você não usa mais

Além do prazer que é notar mais organização em casa, vender itens que você já não usa mais, ou que já não fazem mais sentido ter, pode ser um aliado na escalada de dinheiro que você poderia ter disponível para seus gastos de viagem. Faça cadastro em sites seguros de venda de itens, como Mercado Livre, OLX e Enjoei.


7) Sua operadora de celular

Verifique via aplicativo de sua operadora, quais estão sendo seus reais gastos de dados e chamadas no seu plano contratado. Boa parte dos valores desses planos, engloba chamadas telefônicas ou dados que você não usa. Em seguida, pesquise diretamente na loja física, se há algum plano novo que você não conhece. Se usa pouco o recurso de ligações, você pode até optar por um plano pré-pago em que tenha a quantidade de dados suficiente pra você.


8) Compre um filtro de água

Se você tem um local para instalação segura de um filtro de água, esse é um investimento que te garantirá economizar com garrafas e galões. Pense nisso, principalmente se mora com mais pessoas em sua casa. Atualmente, um galão de 20 litros no Rio de Janeiro já chega a custar 15 reais ou mais.


9) Tarifas bancárias

Se você ainda não repara como seu banco retém seu dinheiro para lhe prestar o serviço, veja que atualmente há diversos bancos digitais (sem agência física) que estão dispostos a lhe ter como cliente sem lhe cobrar mensalidades, tarifas de transferências, e anuidades de cartão de crédito. Os brasileiros têm gasto, em média, R$ 715,00 por ano nestes serviços.


10) Tudo na planilha

É imprescindível você utilizar uma planilha para contabilizar TODOS os seus gastos mensais. Desde o sundae que você toma naquela paradinha da rotina, até um plano de saúde ou outros gastos majoritários. Caso desejar catalogar esses valores em seu smartphone, nossa dica é o aplicativo WALLY, que pode inclusive armazenar seus recibos digitalizados para evitar que você guarde um apanhado de papéis no fim do mês.


#GastosPessoais #GastosComVIagens #SaveMoneyForTravel #AmoViajar #Wally



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo